Ambientação de Braavos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Ambientação de Braavos

Mensagem por R'hllor em Sab Out 21, 2017 2:45 pm


MAR ESTREITO E ALÉM

Ambientação de Braavos

Porto Roxo
É um dos principais portos de Braavos, está localizado logo abaixo do Palácio do Senhor do Mar, pertencendo somente aos mercadores da cidade. As melhores hospedarias, bordéis e restaurantes ficam nas redondezas do porto.

Templo de R'hllor
O Templo de R'hllor é feito de pedras vermelhas. Tem uma grande torre quadrada com uma fogueira em um braseiro de ferro de seis metros de diâmetro localizada no topo da torre. Uma fogueira acompanha cada porta. É um dos maiores templos de Braavos, sendo construído pouco tempo depois da perdição de Valíria, quando a Cidade de Braavos se revelou ao mundo conhecido.

Arsenal de Braavos
O Arsenal é uma fortaleza que protege a principal entrada da Cidade Livre de Bravos. Localiza-se na entrada da lagoa, pouco além do Titã de Bravos. assenta-se sobre um rochedo, fortificado com muralhas de pedra e cheia de balistas, trabucos e catapultas de fogo. O Arsenal é também uma doca com espaço para dezenas de galés. Ao longo da costa da ilhota existem inúmeros cais, docas e galpões de madeira que prendem muitos navios. Ele abriga a frota de defesa da cidade e é o centro de construção naval em Bravos. Diz-se que uma galé guerra pode ser construída em um dia lá.

Cidade Afogada
A Cidade Afogada é a área mais antiga da Cidade Livre de Braavos. Localiza-se a norte do Porto de Ragman. É uma área que é em grande parte submersa nas águas verdes da lagoa, embora algumas pessoas ainda morem nas torres mais altas e pisos superiores do edifício de lá. Somente o topo das torres e abóbadas semi-afundadas são visíveis, já que o resto está submerso na lagoa. Abaixo da Cidade Afogada fica a série de cais do Porto de Ragman, mas os moradores do local podem utilizar o Porto Púrpura, já que são cidadãos bravosi.

Arredores de Braavos
As terras ao sul das lagunas de Braavos cujas abrigam a própria cidade em si e são separadas por uma quantidade numerosa de árvores, e, mais ao sul a cadeia de montanhas que separa Braavos do resto do continente. Também compreende as terras que envolvem a cidade, responsáveis pela criação de uma baía gigante bem protegida pelo Titã de Braavos e que abriga a laguna e a cidade. São terras onde o clima de nevoeiro e o clima frígido fazem companhia sempre.

Palácio do Senhor do Mar
Grande construção feita de pedras cinza, construída logo acima do Porto Roxo, considerado como o lugar mais nobre e rico da cidade. O Palácio funciona como sede do governo de Braavos, além de ser a morada do governante da cidade, o Senhor do Mar. O palácio é constituído de cúpulas e torres altas, além de abrigar um zoológico com animais e pássaros exóticos.

Casa do Preto e Branco
A Casa do Preto e do Branco se ergue em um pequeno monte rochoso de pedra negra. Não possui janelas, e tem um telhado de telhas negras. Suas portas esculpidas em madeira possuem três metros e meio de altura. A porta esquerda é feita de represeiro, a direita de ébano. No centro das portas encontra-se esculpido um rosto de lua; ébano no lado do represeiro, represeiro no lado do ébano. Seus degraus de pedra cinza levam à doca. O pequeno monte onde o templo se localiza possui muitas passagens esculpidas na pedra. As celas para dormir dos sacerdotes e acólitos ficam no primeiro andar. As dos criados, no segundo. O santo sacrário fica no terceiro andar. É uma área restrita, onde só os sacerdotes podem entrar. O terceiro andar contém as muitas faces colecionadas pela Casa. Os rostos são pendurados nas paredes, e são usados como disfarces.

Titã de Braavos
É uma estátua de pedra maciça e bronze conhecida como o Titã de Bravos que serve como farol e marco de fronteira. O Titã e uma frota poderosa estacionada no Arsenal protegem a cidade, substituindo as tradicionais muralhas. O Titã soa para marcar horas importantes do dia, como o anoitecer. O canal do Titã é o único extenso o suficiente para navios de grande porte passarem, e o Titã de Bravos soa sempre que um o atravessa. É uma das nove Maravilhas Feitas Pelo Homem no livro homônimo escrito por Lomas Longstrider.

Casa das Mãos Vermelhas
Grande construção de pedras vermelhas, localizada na parte central da cidade. Existe há mais de 450 anos, e funciona como uma espécie de hospital público voltado para todos os habitantes da cidade, independente de classe social, religião ou etnia. Além de atender ao público, na Casa das Mãos Vermelhas podem se encontrar os melhores curandeiros por encomenda de toda a cidade.

Piscina da Lua
Área de lazer usada para treinar os novos espadachins de Braavos, não se sabe ao certo quando foi construída, embora seja comprovado que a Piscina da Lua existe desde a conquista de Aegon Targaryen, em Westeros. Seu nome deve ao fato de que é uma grande área formada por areia branca e que de costume, é usada a noite, sob a luz do luar, em duelos organizados entre os melhores espadachins da cidade livre de Braavos.

Porto de Ragman
Porto de Ragman é voltado para receber os navios estrangeiros, tanto das Cidades Livre quanto de Westeros e é uma versão mais pobre, suja, grosseira e barulhenta do Porto Roxo. Os estrangeiros e as classes mais pobres da cidade se reúnem em volta desse porto para festejar e se embebedar nos finais de semana. Também nesse porto que está localizado o maior mercado de peixe de Braavos, este não passa de um lugar sujo, fedorento e demasiadamente barulhento.

Banco de Ferro
O Banco de Ferro de Bravos é o maior banco de Bravos. É muito rico e exporta capitais para estrangeiros, sendo que um de seus clientes é o Rei dos Sete Reinos.Todas as Cidades Livres possuem bancos próprios. O Banco de Ferro é mais rico e mais poderoso do que todos eles juntos e possui uma reputação assustadora quando o assunto é cobrar dívidas. Quando príncipes ou reis faltam com seus pagamentos ou são tolos o suficiente para não honrar contratos com o Banco de Ferro, a instituição apóia e patrocina para que apareçam novos príncipes e reis. Essas novas figuras receberão todo o suporte do Banco para que tomem o lugar dos governantes que faltaram com seus compromissos, embora também adquiram dívidas no processo.
O lema do Banco de Ferro é muito conhecido e um aviso: “ O Banco de Ferro receberá o que lhe é devido. "

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum