As Ilhas de Ferro.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

As Ilhas de Ferro.

Mensagem por Deus de Muitas Faces em Qui Maio 11, 2017 2:18 am


As Ilhas de Ferro consistem num grupo de oito ilhas espalhadas pela Baía dos Homens de Ferro, localizada no Mar do Poente, na costa oeste de Westeros. É uma das regiões que constituem os Sete Reinos, e antigamente um reino soberano de mesmo nome, até a Guerra da Conquista. As ilhas são lar de um povo feroz, os Homens de Ferro. Atualmente, são controladas pela Casa Greyjoy de Pyke.
Bastardos nascidos nas Ilhas recebem o sobrenome Pyke. As Ilhas são pequenos e quase inférteis rochedos. Os mares que as cercam são tempestuosos e pedregosos, oferecendo poucos portos seguros e constantes ameaças de naufrágios. A ilha de Pyke outrora se estendia 'como uma espada' para fora do mar, mas esta localidade há muito se destruiu, e agora, em realidade, consiste de três ilhas separadas. Daí a origem de seus costumes como piratas e saqueadores, invadindo ilhas e mesmo as costas de outras regiões de Westeros. Tiveram tais práticas observadas de perto por Daenerys Targaryen, mas atualmente já retornaram aos velhos hábitos, possuindo uma postura insolente com relação ao Trono de Ferro, para eles apenas uma autoridade do outro lado do continente. São o povo com maior perícia marítima, seja em batalhas navais ou em navegação pura e simples.


Texto de Referência: Wikipedia Game of Thrones.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Ilhas de Ferro.

Mensagem por Deus de Muitas Faces em Qui Maio 11, 2017 10:25 pm


Casa Greyjoy



História

Os Greyjoy de Pyke.

A Casa Greyjoy de Pyke é uma das Grandes Casas de Westeros. Governa sobre as Ilhas de Ferro, uma coletânea pedregosa e sombria de ilhas na costa oeste de Westeros, do castelo e ilha de Pyke. Seu símbolo é uma lula gigante dourada em um campo negro, e o lema da casa é "Nós Não Semeamos".  Membros da família tendem a ser atraentes e bem-constituídos, com cabelo negro. São comumente associados à prática da pirataria, que chegou a ser abolida durante o governo de Daenerys, retornando com força após sua morte e o período de instabilidade dos Sete Reinos, envolvidos na Guerra Blackfyre. Tendo chegado ao Trono de Ferro na figura de Euron Greyjoy, que casou-se com Cersei Lannister, tornaram-se uma Casa com má reputação quando seu ancestral retirou toda a Frota de Ferro da Capital, fugindo para as Ilhas de Ferro com a invasão dos Outros. Sem auxiliar o reino da Guerra da Aurora, dobraram o joelho para a rainha dragão quando esta sobrevoou Pyke em Drogon, incendiando quase todos os navios Greyjoy. A Batalha do Mar de Fogo, como ficou conhecida, tornou-se uma canção Greyjoy, cantada em todos os Sete Reinos ao narrar o terror negro que traz a morte pelo fogo. A paz com os Blackfyre é atualmente figurativa, uma vez que atacam com frequência a costa da Campina e das Terras Ocidentais, roubando navios mercantes e saqueando aldeias. Por retornarem à origem de seus costumes, muitos dos Lords Greyjoy têm perecido em campanhas militares contra os Lords rivais ou nos mares, saqueando e guerreando com embarcações das Cidades Livres e até do Mar de Verão. Atualmente, com o estado de atenção que envolve toda Westeros, ainda não se declararam por nenhuma causa, aguardando o momento em que possam desempenhar o movimento de maior vantagem para si próprios. O atual Lord é o último membro deste sangue, carregando um terrível peso de continuar seu legado.



Genealogia
Atual configuração:

Árvore genealógica:
+ Lord Dickon Greyjoy, 25 anos.
   - Sua esposa, Marianne Greyjoy, da Casa Baratheon 23 anos.





Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Ilhas de Ferro.

Mensagem por Deus Afogado em Seg Jul 31, 2017 11:59 pm


Casa Goodbrother



História

A Casa Goodbrother de Cornartelo é uma casa nobre das Ilhas de Ferro. São uma das mais poderosas casas de Grande Wyk, a maior das ilhas. Sua sede de Cornartelo fica no interior da ilha, nos Montes Pedradura, seu sustento atualmente vem tanto do mar, quanto de suas minas. Seu brasão é um berrante negro de guerra com ouro sob fundo vermelho. O lema da casa é ‘O ferro da guerra’.

Os Goodbrother desde os tempos antigos até os atuais foram poderosos e um dos principais vassalos da Casa Greyjoy de Pyke, lutando e atendendo todos ao seus chamados e não foi diferente durante o comando de Euron “Olho de Corvo” Greyjoy, quando este aliou-se a Cersei I Lannister para rechaçar a Rainha Dragão e conquistar um lugar no Trono de Ferro e no mundo, todavia, com a investida da Targaryen a maior parte da frota da casa foi queimada e com o final da guerra e a da Batalha da Aurora, dobraram os joelhos assim como seus suseranos.

Por muitos anos formentaram especial ódio à monarca dragão e ressentimento para com seu suserano, que falhou no momento mais crítico, jogando todo o avanço e investimento no lixo. Por anos, os Goodbrother trabalharam para sobreviver, para reconstruir seu antigo poder e também para se adaptar. Com a proibição das invasões ao continente westerosi a família limitou-se a cultivar pescadores em seus domínios e minerar as minas de cobre, ferro e bronze sobre Cornatelo, extraindo uma boa fonte de renda, suficiente para se manter e empregar seu povo e impedindo semelhante evento que atingira Dorne.

Com os anos, realizaram casamentos entre algumas casas das Ilhas de Ferro enquanto reconstruíam sua frota com as décadas e intensificaram o comércio de minérios e pesca.

Tudo mudou quando o pai de Vaemond e Urron decidiu por em prática os ataques a algumas regiões menos poderosas da Campina - aproveitando-se dos inícios das instabilidades Blackfyre -, passando a atacar as Ilhas de Verão em busca de preciosidades, envolvendo seus dois filhos em alguns saques. Por um curto período de tempo a casa teve sua riqueza alavancada e a volta do poder e respeito, todavia, num movimento de seus inimigos Lorde Aeron Goodbrother foi emboscado no território marinho das Ilhas Escudo, sendo morto.

Urron e Vaemond juraram vingança contra a Campina, mas nunca cumpriram com sua promessa, deixando-a ser jogada no esquecimento em prol de preocupações mais urgentes. Urron dedicou-se a intensificar os saques, mas direcionando os navios para o Mar de Verão exclusivamente, todavia, não demonstrou a mesma destreza do pai e foi morto em Passopedra.

Vaemond assumiu a casa, com ódio em seu sangue devido a nova morte recente preparou um plano para atacar a Campina, entretanto, o acordo de seu suserano com a dita região frustrou seus planos e este decidiu obedecer e permanecer leal ao seu suserano.

Atualmente, Lorde Vaemond tem procurado seus meios mais diplomáticos, limpos e oficiais para lidar com a questão econômica e atribuir sentido aos navios de sua casa, todavia, o Antigo Costume está em suas veias e ele deseja navegar cada vez mais para o Mar de Verão. São leais aos Greyjoy's mas insatisfeitos.



Genealogia
Atual configuração:

Árvore genealógica:

Ramo primário:

+ Lorde Vaemond Goodbrother, 33 anos, Capitão do Boa Fortuna, Senhor de Cornatelo, O Almirante, o Irmão Negro.
+ Seu irmão, Urron Goodbrother, 36 anos, morto no Mar de Verão. †
+ Sua irmã, Ashara Pyke, 19 anos, uma bastarda e Capitã do Desespero.

- Seu filho, Davos Pyke, 18 anos, um bastardo e Capitão do Desgraça das Donzelas,

Ramo secundário:

+ Sua cunhada, _____ Goodbrother, 35 anos, da Casa Botley, viúva de Urron Goodbrother.
+ Seu primo, _____ Goodbrother, 25 anos.





Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum