Aposentos do Casal

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Aposentos do Casal

Mensagem por O Corvo em Dom Maio 14, 2017 2:18 pm



Aposentos do Casal

Um local amplo e bem arejado com uma  grande cama de casal feita madeira de carvalho negro; com tecidos tecidos azuis sobre suas colunas acompanhado de peles brancas a seu redor. Próximo o pé da cama há um baú no estilo assento e  poucos metros a sua frente, uma lareira com três grandes castiçais um pouco acima e duas vastas janelas em suas laterais. Janelas com bem enfeitadas com cortinas azuis e vermelhas que lembram a bandeira da casa Tully, no canto existe uma escrivaninha para o Lord e duas poltronas, além de vários tapetes de pelo espalhados pelo chão e muitas almofadas com enchimento de plumas. Por fim, um conjunto de mobília fabricada de carvalho negro dão o toque final nos aposentos do Lord e sua Lady.


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aposentos do Casal

Mensagem por Clive Tully em Seg Maio 15, 2017 12:10 pm

status: Preocupações ; local: Terras Fluviais;
Lorde Tully
O semblante do Lord Supremo do Tridente não parecia dos melhores nas primeiras horas daquela manhã, ele havia sido acordado durante a madrugada por um corvo vindo de Lagoa da Donzela, cuja notícia trazida não era nenhum pouco satisfatória ou animadora. Uma rebelião tinha explodido em Floresta de Salgueiros, castelo ancestral da casa Ryger, e seu Lord havia sido assassinado por seu irmão mais jovem que aspirava seu lugar. Agora essas más notícias haviam chegado em Correrio e o senhor das Terras Fluviais, Clive Tully, refletia sobre que decisão tomar a respeito dessa rebelião usurpatória. - Isso e inadmissível... - Cerrou os punhos e bateu contra os braços sólidos do trono. - Não podemos nem confiar nos nossos próprios parentes. - Murmurou com certa frustração nas palavras, encarando os Lord's presentes, que eram Lord Bracken, Mallister, Blackwood e Vance. - Teremos ir a Floresta de Salgueiros retomar o local e entregar a seus verdadeiros herdeiros. - Levantou-se decidido a ir para a região governada pela casa Ryger, planejando retoma-la do irmão usurpador do falecido Lord e entregar a seus reais herdeiros. - Partiremos ao entardecer de amanhã. - Sibilou com resolução, caminhando para o centro do salão e olhando para a enorme bandeira da casa Tully alçada sobre a parede. - Esse usurpador será julgado como se deve... - Suspirou desviando a sua atenção da bandeira para os Lord's presentes.

- Lord Blackwood e Bracken... Voltem para os seus castelos e reúnam suas tropas. - Ordenou para os senhores de Solar do Corvabor e Barreira de Pedra, olhando em seguida para o Mallister e o Vance. - Lord Vance o senhor partirá comigo mais tarde, quanto ao senhor, Lord Mallister, ficará aqui, resolvendo os problemas do território junto a sua filha e também a protegendo enquanto estou fora. - Dito isso o Lord do Tridente, meneou sua face para onde ficavam localizados os tronos, também onde estava acomodada a sua esposa, e Lady, sentada no trono próximo do seu, na verdade do lado esquerdo. - Ellery... - Sussurrou de uma forma quase inaudível, caminhando na direção da bela jovem e prostrando-se a sua frente sobre um joelho; tocando e acariciando a sua face delicada. - Me parece muito cansada, vá para nossos aposentos. Eu já a acompanho... - Então com essas palavras, a mulher ergueu-se um tanto exausta e caminhou deixando o salão, seguindo para os aposentos de ambos. - Então, milord's, estamos resolvidos. Partiremos ao entardecer de amanhã. - Murmurou por fim, dispensando-os e seguindo a sua esposa posteriormente.

[...]

Encontrando Ellery prostrada próxima a janela que dava visão para o enorme rio, Pedregoso. - Ellery, você está bem? - Indagou, aproximando-se da mulher por suas costas, pousando ambas as mãos sobre a sua cintura e a puxando contra o seu peito. - Me parece preocupada, se for por causa do que ocorreu em Floresta de Salgueiros... Fique tranquila. - Sussurrou pousando o queixo sobre seu ombro direito, plantando alguns beijinhos e mordidas na curvatura de seu pescoço.

- Interação Flashback -

NICKIE


Última edição por Clive Tully em Qui Jun 15, 2017 12:48 pm, editado 3 vez(es)

_________________

Clive Tully
Senhor de Correrrio
Senhor Supremo do Tridente
Família, Dever, Honra!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aposentos do Casal

Mensagem por Ellery Tully em Ter Maio 16, 2017 5:15 pm

Lady Tully
Havíamos acordado muito cedo naquela manhã, pois Clive tinha uma reunião com alguns lordes a respeito de uma mensagem que ele havia recebido na noite anterior. No grande salão de Correrrio estavam os lordes Blackwood, Bracken, Piper e Mallister, esse último era meu pai que estava me visitando e acabou sendo incluído na reunião. Clive parecia exausto caminhando pelo cômodo enquanto contava para os lordes sobre o corvo que havia recebido vindo de Lagoa da Donzela, lorde Mooton informava sobre uma rebelião em Floresta de Salgueiros, onde lorde Ryger tinha sido morto pelo próprio irmão. Que por sua vez, usurpou o domínio sobre a região e o título de senhor da mesma. Eu até pensava em falar minha opinião em relação àquela situação, mas tinha a completa certeza que não seria bem aceita pelos lordes, uma vez que eu mesmo sendo sua lady e esposa de seu senhor, era ainda uma jovem mulher sem experiência alguma em assuntos políticos. Por isso apenas respirei fundo e permaneci sentada encarando meu marido. - Sim, meu senhor. Sorri para ele, respondendo sua pergunta. - Estou apenas cansada, mas já vou me retirar. Acrescentei baixinho, pousando minha mão sobre a sua e a acariciando de leve.  - Não demore para ir também. Após essas palavras apenas fiquei de pé e caminhei para o centro do salão.

- Senhores lordes, espero que consigam resolver essa situação sem nenhum derramamento de sangue. Sussurrei para eles e fiz uma breve reverência. - Estou muita cansada e irei me retirar. Bom dia para todos! Esbocei um pequeno sorriso e caminhei para fora do salão, antes plantando um beijo na bochecha do meu pai e falando que o veria mais tarde. Seguindo então para os meus aposentos, imaginando como minha vida com Clive era feliz apesar das dificuldades que ele enfrentava como lorde soberano do Tridente, lembrando-me de como no início eu não aceitava a ideia de me casar com alguém tão importante e poderoso em nosso território, na verdade, como eu tinha medo de não corresponder às expectativas de não conseguir ser a nova lady Tully. No entanto, aqui estava eu feliz com meu marido e satisfeita com meu casamento. Correspondendo a todas as expectativas pelas quais uma senhora de grande casa passava.

[...]

Olhava meu reflexo juvenil no espelho enquanto escovava minhas madeixas avermelhadas; confesso que estava um pouco preocupada com o que Clive poderia encontrar nos domínios da casa Ryger. Mas conhecia muito bem meu marido para saber que ele não deixaria aquela situação quieta, que ele marcharia para lá com um exército e traria a justiça do rei para esse usurpador. Restaurando assim o poder do local para o seu senhor de direito, no caso o herdeiro. Havia acabado de escovar meu cabelo quando Clive entrou no local, puxando meu corpo para junto do seu e me enchendo de pequenos beijos e mordidas. - Estou sim, apesar de um pouco preocupada com você indo resolver essa situação. Pousei a mão sobre sua face e me virei para encara-lo, acariciando-o antes de abraça-lo apertado e enterrar minha face em seu peito. - Deveria mandar meu pai ou algum outro lorde ir resolver essa situação e ficar aqui comigo... Sussurrei baixinho, ficando na pontinha dos pés e beijando seus lábios. Deixando escapar um suspiro exausto quando ele me ergueu do chão pela cintura e intensificou o beijo.

Ellery Mallister Tully


Postagem flashback


Última edição por Ellery Tully em Qui Jun 15, 2017 10:32 am, editado 1 vez(es)

_________________



Ellery (Mallister)Tully
Acima do resto.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aposentos do Casal

Mensagem por Clive Tully em Dom Maio 21, 2017 1:21 pm

status: Preocupações ; local: Terras Fluviais;
Lorde Tully
Ele encarou a jovem esposa com um semblante suave e sorriu para ela com simpatia por sua preocupação, no entanto não poderia simplesmente enviar um Lord vassalo num assunto de política do território em si, mesmo esse Lord sendo um dos mais leais a casa Tully. Afinal havia ocorrido uma rebelião nos domínios de uma casa vassala, então cabia a seu suserano resolver a situação e trazer a paz e a ordem novamente a Floresta de Salgueiro, assim como a todo o território das Terras Fluviais. Clive havia aprendido com seu pai que o respeito e lealdade se ganhava com ações, por esse motivo ele não deixaria de agir e mostrar para os revoltosos quem governava aquela terra, sem contar que jamais permitiria que a casa Tully fosse novamente vista como fraca por seus vassalos como foi em outrora. Mas antes que pudesse falar qualquer coisa, teve seus lábios capturados num intenso beijo que ele tão expressivamente retribuiu. Pousando ambos os braços envolta da cintura fina da esposa e a puxando firme contra seu corpo, erguendo-a um pouco do chão e a soltando quando o beijo foi cessado. - Elle, eu não posso simplesmente enviar um vassalo para resolver a situação, por mais leal que ele possa ser. - Começou a explicar no momento que o beijo cessou, puxando-a pela mão para próximo da janela e encarando o rio abaixo.

- A situação e mais delicada do que parece, se eu envio seu pai, por exemplo, será Lord Mallister restabelecendo o poder em Floresta de Salgueiro. Não um Tully de Correrrio, entendeu? - Acariciou sua face e colocou uma mecha solta de seu cabelo sobre sua orelha, esboçando um pequeno sorriso para ela. - Obviamente não estou tentando obter nada em cima da ruína de Lord Ryger, mas tenho de mostrar para os meus vassalos quem governa as Terras Fluviais,que se eles precisarem seu Lord suserano estará lá para ajuda-los, assim como eles estão sempre prontos para receber meu chamado. - Respirou fundo e continuou. - Tenho de mostrar para todas as casas vassalas que a casa Tully não irá permitir rebeliões em seu território, nem baderna e perturbação da ordem. Isso não só mostrará a força de seu governante, como também manterá o território unido. - Encerrou o assunto, esperando que a jovem Lady o tivesse entendido; o que com certeza aconteceu já que Ellery era uma jovem muito inteligente.  

- Então não fique tão preocupada, estarei acompanhado de outros Lords que são os meus mais fiéis vassalos. Nada irá acontecer comigo, eu prometo. - Puxou a jovem novamente para junto de seu corpo e colou seus lábios sobre os dela de uma forma exigente, beijando-a com certa rispidez. - E enquanto estou fora terá de desempenhar algumas tarefas para mim... - Sussurrou contra seus lábios, antes de morder e puxar o inferior entre os dentes. Planejando deixar a jovem Lady regendo as audiências com o povo, uma vez que seu herdeiro estava viajando para Águas Claras afim de fazer uma aliança com os Tyrell dessa fortaleza. Esboçou um pequeno sorriso com a visão do lábio levemente avermelhado dela, pois ele adorava marca-la com carícias mais intensas e tinha certeza que ela também apreciava isso.

- Interação Flashback -
NICKIE



Última edição por Clive Tully em Qui Jun 15, 2017 12:46 pm, editado 2 vez(es)

_________________

Clive Tully
Senhor de Correrrio
Senhor Supremo do Tridente
Família, Dever, Honra!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aposentos do Casal

Mensagem por Ellery Tully em Seg Maio 22, 2017 6:14 pm

Lady Tully
Um suspiro baixo escapou dos meus lábios no momento que tinha encerrado o beijo, nossa! Como eu adorava compartilhar do toque morno e suave daqueles lábios. Pensava enquanto ele me colocava novamente sobre o chão, puxando-me para junto de seu corpo próximo a janela enquanto explicava o motivo de ter de ir resolver a situação em Floresta de Salgueiro. Eu como uma boa e prestativa esposa, o escutava atenciosamente, entendendo o seu ponto e até mesmo concordando com ele. Já que Clive tinha completa razão em querer mostrar quem governa as Terras Fluviais, assim como o poder da casa Tully. - Entendo perfeitamente, milord. Comentei com um pequeno sorriso, encarando-o à medida que ele colocava uma mecha sobre minha orelha. Também assentindo suas palavras e sentindo meu corpo irradiar-se de amor e carinho por ele, nossa! Não tinha nem palavras para descrever o quanto eu o amava, mas não era algo que vinha o caso no momento. - Você está completamente certo...Desculpe por ter te pedido que não fosse. Você deve ir e mostrar que é o senhor desse território.  Dedilhei sua face carinhosamente; levando em conta que com o passado de nossas casas, toda demonstração de liderança era necessária para mostrar que tempos passados jamais retornariam e que a casa Tully permanecia mais forte do já foi no passado. Governada por uma geração de líderes mais fortes. - Eu... Antes que pudesse falar, meus lábios foram capturados por um beijo ríspido que me roubou o fôlego. Fazendo-me jogar os braços envolta de seu pescoço o puxando apertado contra mim em busca de mais contato.

- Eu? Perguntei em meio o beijo, soltando um pequeno arquejo com o puxão em meu lábio inferior. Olhando-o surpresa pelo seu pedido, afinal numa situação de ausência dele o natural seria que o seu herdeiro assumisse o comando de tudo ligado ao governo da região, mas então lembrei que ele também não estava presente, Clive o havia enviado para a Campina numa missão a fortaleza de Águas Claras para fechar uma aliança com os Tyrell. - Confia em mim para isso? Sou uma mulher... Não sei se ele irão me respeitar numa audiência. E de fato eu tinha razão nisso, como os pequenos aldeões e cavaleiros iriam respeitar uma jovem mulher regendo uma audiência, mesmo que essa mulher fosse sua Lady e esposa do seu senhor. Mas pelo menos teria a companhia do meu pai para me orientar nessa tarefa. Talvez me saísse bem nela no final das contas. Olhei para ele esperando que falasse algo.

Ellery Mallister Tully

- Interação Flashback -


Última edição por Ellery Tully em Qui Jun 15, 2017 6:59 pm, editado 1 vez(es)

_________________



Ellery (Mallister)Tully
Acima do resto.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aposentos do Casal

Mensagem por Clive Tully em Qua Maio 24, 2017 11:15 am

status: Preocupações ; local: Terras Fluviais;
Lorde Tully
O Lord retribuiu o beijo de sua esposa avidamente, mantendo os braços firmemente envolta de sua cintura e a puxando contra seu corpo. Apreciando o calor emanado da jovem ruiva enquanto sua mente divagava sobre o ocorrido em Floresta de Salgueiro, porém sua atenção foi imediatamente atraída para a face de Ellery. Que por sua vez, não parecia muito segura da função que ele tinha incumbido a ela, na verdade ela pensava que os indivíduos quais iria atender nessas audiências não iriam respeita-la. Mas estava completamente errada, Clive tinha total certeza sobre isso, Ellery era forte, inteligente e saberia impor sua autoridade, além de possuir uma determinação que poderia ser tornar capaz de reger o poder em todo o território, caso fosse entregue em suas mãos. É Clive acreditava nisso, então cabia a ele apenas dar-lhe um empurrãozinho e um pouco mais de confiança, pois ela era a atual lady da casa que governava aquelas terras e estava mais do que na hora de começar a assumir o controle de algumas coisas, quando fosse necessário, claro. - Elle... Você é a senhora deles, claro que irão respeita-la. - Murmurou enquanto acariciava sua bela e delicada face. - Além disso, lembre-se que tem o sangue dos Mallister e também é uma Tully agora. Então, caso alguém decida desrespeita-la, mostre quem e a senhora de Correrrio e esposa de Lord Tully. - Esboçou um pequeno sorriso, antes de caminhar para a cama e sentar-se um pouco.

- Meu filho foi a Campina fechar uma aliança com os Tyrell de Águas Claras, então caberá a você cuidar de tudo enquanto estarei fora. - Pousou uma mão sobre a coxa e deu leves tapinhas, indicando o local onde a jovem deveria se sentar. - Eu irei resolver esse assunto o mais rápido possível, vou despojar esse usurpador de tudo que ele tomou e restaurar o poder do herdeiro de Lord Ryger. - Falava com os olhos fixos no horizonte além da janela, jogando o braço envolta da cintura da jovem. - Depois trarei os traidores para o julgamento, quero que sejam julgados e sentenciados em Correrrio. - Suspirou agora encarando-a. - Vou mostrar para todos o que acontece com traidores e usurpadores em nosso território. - Clive tinha sérios problemas com usurpadores em seu território, talvez por causa do que havia acontecido no passado com sua casa, quando a mesma foi traída pelos seus vassalos (Casa Frey) e despojada de suas terras. A nova política de governo dos Tully nas Terras Fluviais era absoluta e inflexível com possíveis traidores, pois quando a casa Tully recuperou seu território e posses jurou que nunca mais seria tratada ou vista como fraca. Isso vinha sendo passado de pai para filho nas gerações de Lord's que assumiam Correrrio e controle supremo das Terras Fluviais e Tridente.

- Desculpe querida! Vamos mudar de assunto, você deve estar exausta, não é? Não dormimos nada na noite passada. - Comentou com um semblante mais relaxado, colando seus lábios novamente sobre os dela num beijo cálido e expressivo. - Já foi checar como estão Bryden e Jason? - Indagou sem fôlego. Lembrando-se de seus pequenos gêmeos.

- Interação Flashback -

NICKIE


Última edição por Clive Tully em Qui Jun 15, 2017 12:49 pm, editado 1 vez(es)

_________________

Clive Tully
Senhor de Correrrio
Senhor Supremo do Tridente
Família, Dever, Honra!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aposentos do Casal

Mensagem por Ellery Tully em Sab Maio 27, 2017 2:32 pm

Lady Tully
Suas mãos fortes envolta da minha cintura revigoravam minhas forças e confiança, seu hálito refrescante batia em mim como uma brisa gélida dos primeiros momentos da manhã, é nem preciso mencionar como me perdia em seu beijo intenso e estarrecedor. Clive Tully não era um homem comum, ele era um excelente Lord para os seus domínios, um ótimo pai para seus filhos e um marido exemplar para mim. Então, se ele tinha convicção e certeza de que eu poderia substitui-lo numa audiência com Lords, cavaleiros e aldeões, eu com certeza poderia! Um suspiro de frustração escapou dos meus lábios no momento que ele cessou o beijo. Droga! Ele sempre tinha de atiçar minha vontade de beija-lo e em seguida cessa-la como uma brincadeira de mau gosto, mas isso não era o assunto mais importante do momento, já que estávamos discutindo sobre política e diplomacia. Assuntos chatos quais eu detestava, porém que tinha de aturar e até mesmo opinar por ser uma Lady esposa de um grande Lord. – Farei o meu melhor, meu senhor. Esbocei um pequeno sorriso para ele, observando-o caminhar para a cama e se sentar. – E tenho certeza que farei como o momento pede, mostrarei que não fui escolhida como sua esposa somente por causa da juventude e beleza. Sussurrei com determinação, empinando o nariz e endireitando o meu vestido. Pronta para enfrentar qualquer adversidade que pudesse encontrar na ausência de Clive, entretanto agora com a certeza de que desempenharia qualquer tarefa relacionada ao que me foi passado perfeitamente bem, com confiança e inteligência. – Quanto a Lyonel, eu espero sinceramente que ele seja um terço do Lord que você é. Mencionei sobre seu herdeiro, um jovem bastante parecido com o pai, mas com quem eu não tinha o menor contato.

Por fim, buscava encerrar sobre aquele assunto político o mais rápido possível, já que o mesmo não era um dos meus preferidos. Clive percebendo isso resolveu mudar de assunto e buscar um mais agradável, um que houvesse nosso total interesse. Nossos filhos, os gêmeos Bryden e Jason. – Eles estão bem, parecem ter dormido a noite inteira sem nenhum problema. Respondi sobre os mesmos, recostando meu corpo sobre o peito dele e fechando os olhos. Lembrando-me do trabalho que era cuidar daqueles dois pequeninos, no entanto também exausta pela noite passada, quando tanto eu quanto Clive não dormimos absolutamente nada. – E sim, estou exausta. Olhei para ele em seguida, e o empurrei deitado sobre a cama, montando sobre ele com uma perna de cada lado do seu corpo e o encarando nos olhos. - Mas talvez tenhamos um assunto melhor para conversa do que politica ou uma noite mal dormida, não acha? Pousei ambas as mãos sobre sua face, acariciando a barba rala, antes de beija-lo novamente.

Ellery Mallister Tully


- Interação Flashback -


Última edição por Ellery Tully em Qui Jun 15, 2017 7:01 pm, editado 1 vez(es)

_________________



Ellery (Mallister)Tully
Acima do resto.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aposentos do Casal

Mensagem por Clive Tully em Seg Maio 29, 2017 2:15 pm

status: Preocupações ; local: Terras Fluviais;
Lorde Tully



- Isso é ótimo! - Um sorriso malicioso surgiu nos lábios do homem à medida que a jovem o empurrou sobre a cama, é montou sobre ele. - Então, porque não foi descansar? - Indagou com uma sobrancelha levemente arqueada, pousando ambas as mãos sobre as pernas da jovem e as acariciando suavemente, antes de pressionar os dedos ásperos contra sua carne alva. Lembrando-se que logo após resolver o problema em Floresta de Salgueiro, ele teria de partir numa viagem rumo ao Vale de Arryn afim de fechar uma aliança comercial com os Arryn de Ninho da Águia. Ellery tinha de ser informada sobre isso, é Clive tinha certeza que ela não ficaria nada feliz com a notícia, então um novo assunto sobre política teria de ser iniciado, mesmo ele sabendo que ela odiaria discuti-lo novamente. Um suspiro baixo foi esboçado enquanto ele subia as mãos de suas pernas para sua cintura, laçando-a firmemente com o braço esquerdo e puxando seu corpo para baixo pelo decote do vestido com a mão direita, encarando-a fixamente nos olhos. - Sei que odeia assuntos relacionados à política... - Sussurrou com os lábios bem próximos dos seus. - Mas eu terei outro para discutirmos daqui a pouco. - Acrescentou rapidamente, tomando seus lábios carnudos num beijo ávido em seguida. Usufruindo do momento e esquecendo todos os problemas que teria de resolver em breve.

[...]

Após cessar o beijo com um pequeno chupão em seu lábio inferior, Clive a encarou e respirou fundo, pronto para iniciar o assunto sobre sua viagem para o Vale de Arryn. Já que era necessário ir para o Ninho da Águia fechar uma aliança política e traçar um compromisso entre ambas as casas, revivendo assim, velhos laços de amizade. Clive tinha em mente traçar um casamento entre um membro da casa Arryn e Tully, só esperava que Lord Arryn aceitasse sua proposta. - Elle, terei de seguir para o Vale de Arryn após resolver o assunto em Floresta de Salgueiro. - Começou a explicar. - É buscar uma aliança com a casa Arryn, revivendo assim velhas amizades, que podem ser necessárias em algum momento nessa nossa atual em Westeros. - Sentou-se sobre o colchão, ainda com a jovem montada sobre seu corpo e a mantendo dessa forma, devido a seu braço segurando e pressionando sua cintura fina. - Talvez fechar um compromisso entre nossas casas... - Lord Tully esperava repetir o que seu antepassado Hoster Tully havia conseguido ao casar sua filha com o Lord do Vale na época, pois além de ter sido um ótimo casamento para ela, ele ainda conseguiu o apoio dos Arryn numa relação politica e militar. Contudo essa aliança não terminou bem, uma vez que quando os Tully mais precisaram o Vale não ofereceu seu apoio. Enfim, ele esperava ter mais sorte que seus antepassados tiveram.

- Entendeu Elle? - Voltou a beija-la novamente, agora traçando um percurso de beijos de seus lábios a curvatura do seu pescoço, por vezes mordiscando o mesmo. - Será uma viagem rápida e talvez bastante satisfatória. - Sussurrou com os lábios pressionados contra a pela macia da jovem, inalando seu perfume doce.

- Interação Flashback -



NICKIE


Última edição por Clive Tully em Qui Jun 15, 2017 9:13 pm, editado 6 vez(es)

_________________

Clive Tully
Senhor de Correrrio
Senhor Supremo do Tridente
Família, Dever, Honra!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aposentos do Casal

Mensagem por Ellery Tully em Qui Jun 01, 2017 12:43 pm

Lady Tully
O toque de Clive sobre minha pele acendeu o desejo louco por ele que habitava em meu mais profundo íntimo, levando-me a sentir ondulações de arrepios por toda a minha pele pálida. Isso tudo simplesmente pelo contato áspero de seus dedos sobre minhas pernas, porém bastou ele me puxar pelo decote do vestido contra seu corpo para eu perceber que algo estava o incomodando. Um suspiro baixo escapou dos meus lábios enquanto eu o encarava fixamente nos olhos, escutando suas palavras. - Como assim? Mas antes que pudesse falar algo seus lábios cálidos dominaram os meus num beijo expressivo, característico de nossa relação, é roubando um pouco do meu fôlego. Embora eu passasse a retribui-lo com ainda mais expressão e intensidade, inclinando meu corpo completamente sobre o dele e enterrando meus dedos em suas madeixas negras volumosas. Puxando-as à medida que correspondia o contato entre nossas línguas. Ficando novamente frustrada quando ele cessou o beijo, mas principalmente por sua viagem inesperada para o Vale de Arryn. - Hmnn! Joguei os braços entorno do seu pescoço, segurando-me firme no mesmo enquanto Clive sentava sobre a cama comigo ainda montada envolta de seu quadril. Acabando por revelar toda a extensão de minhas pernas nuas com o movimento, porém, quem se importava? Estávamos em nossa intimidade mesmo.

- Clive! Respirei fundo o olhando, voltando a ser a Lady Tully e não a jovem garota louca de amores por seu marido. - Eu realmente detesto assuntos políticos. Mas você nem mesmo voltou de Floresta de Salgueiro e já tá me dizendo que irá para o Vale de Arryn? Nessas horas eu desejava voltar a ser a jovem birrenta e espevitada de sempre, entretanto era necessário manter a compostura e aceitar suas palavras como uma Lady submissa a seu Lord. Além disso, sabia que Clive não planejava essas viagens por mal, um suspiro frustrado escapou de meus lábios entreabertos seguido de um pequeno sorriso, pois mesmo que minha vontade fosse gritar o inferno para fora dele, eu tinha de ser compreensiva e apoia-lo em suas idéias e planos. - Tudo bem, Milord! Mas não estou preparada para ficar muito tempo longe de você... É não estava mesmo pronta para passar sequer um segundo longe dele, afinal desde que havíamos nos casado, Clive e eu passávamos praticamente todo o tempo juntos. - Entretanto tenho de pensar no melhor para a nossa casa, assim como você. Vá e faça o que tem de fazer. Sussurrei sinceramente, descendo uma das mãos para seu peito e a pressionando no local. - Agora chega desse assunto! Mordisquei o lábio inferior, olhando para ele com um brilho cintilante nos olhos e a mente tumultuada por pensamentos maliciosos.

Jogando a cabeça para trás com um pequeno arquejo, quando seus lábios começaram a beijar minha pele e movimentando-me num provocante rebolado sobre seu quadril. - Chega de ser comportada! Minha mão desceu de seu peito para os laços do colete que ele usava, soltando-os e o puxando para fora de seu corpo. - Chega de etiqueta! Minha mão correu para baixo e invadiu sua camisa de seda, começando a passear sobre sua pele nua. Acariciando seu abdômen definido pelos inúmeros treinos de combate e arranhando os cumes dos músculos. - Chega de nobreza por hoje! Minha outra mão seguiu para os laços do meu corpete, afrouxando-o à medida que eu continuava a acariciar a pele nua e os músculos definidos do tronco de Clive. Sentindo e puxando suavemente os pêlos existentes no local. Estava na hora de deixar o comportamento de Lady de lado e voltar a ser a jovem apaixonada e louca pelo marido. Definitivamente!

-Treino Etiqueta -
- Interação Flashback -
Ellery Mallister Tully


Última edição por Ellery Tully em Qui Jun 15, 2017 6:57 pm, editado 1 vez(es)

_________________



Ellery (Mallister)Tully
Acima do resto.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aposentos do Casal

Mensagem por Clive Tully em Qui Jun 08, 2017 11:38 am

status: Preocupações ; local: Terras Fluviais;
Lorde Tully
Observação: Esse poste contém indícios de uma possível cena erótica, mas não necessariamente descreve o ato.

Lord Tully sempre odiou viagens que pudessem o deixar longe de casa por muito tempo, principalmente agora que possuía uma jovem esposa a quem amava profundamente. Contudo, também precisava fazer aquela viagem a fim de buscar o melhor para as Terras Fluviais. E o melhor estava no compromisso que investiria entre sua casa e os Arryn, pelo menos ele pensava dessa forma, acreditava ser o certo. Mas, então, por que sua mente estava cheia de dúvidas quanto a isso? Por que ele, um Lord de grande casa, seguiria para um território como o Vale e enfrentaria perigos para buscar uma aliança comercial? Não seria o seu território um dos mais ricos em recursos e habitantes? Não seria as Terras Fluviais um aliado poderoso para qualquer território? Se sim, então Clive não precisava ir até ninguém. Deveria simplesmente deixar que viessem até ele. - Na verdade, Elle, eu já nem sei mais se devo ir... - Admitiu sinceramente, pois talvez não tivesse sendo inteligente o suficiente a respeito disso. Era necessário, no entanto, pensar com mais cautela sobre o assunto e refletir bem no que tudo aquilo poderia implicar. Já que um grande Lord não era reconhecido por suas alianças políticas, mas por decisões inteligentes, e sua jovem esposa havia revigorado isso em sua mente no momento que o questionou. Não intencionalmente, entretanto o fez.

- Sim, minha querida, farei o melhor. - Seus olhos, então, observaram a mão pousada sobre seu peito à medida que um sorriso um pouco mais caloroso surgia em seus lábios. Clive definitivamente não poderia passar muito tempo longe de casa, muito menos de sua jovem esposa. - Chega desse assunto! - Repetiu as palavras dela, enxergando um brilho malicioso nos olhos da jovem que poderiam significar apenas uma coisa, Ellery deixaria seu comportamento nobre de maturidade e etiqueta de lado, e adotaria uma forma mais intensa e maliciosa de ser, coisa que só fazia quando ambos estavam em sua intimidade, exatamente naquela cama. - Sim pequena! - Sussurrou com um pequeno suspiro, deixando escapar em seguida de seus lábios entreabertos um pequeno arquejo, ocasionado pelo movimento provocante que Ellery fazia sobre o seu quadril. Despertando todos os seus sentidos mais fervorosos com aquele rebolado, e regozijando todo o desejo carnal e sentimental que existia em Clive relacionados a ela. Ellery seria atingida por uma onda única de ambos em muito pouco tempo, pois Lord Tully não era conhecido por privar ou disfarçar seus anseios. - Não terá nenhuma nobreza no que pretendo fazer com você, Elle. - Essas foram suas últimas palavras, antes de capturar seus lábios num movimento brusco e mergulhar a língua de encontro a sua.

Sentindo apenas o gosto úmido e doce de sua boca enquanto também sentia arrepios percorrerem sua pele, com o toque caloroso de sua mão sobre sua pele nua. Ele não sabia quando exatamente em qual momento Ellery tinha retirado seu colete, ou mesmo, invadido sua camisa de seda. Mas tinha certeza que estava apreciando cada um de seus toques e também ansiando por mais, ela por outro lado sabia exatamente como faze-lo ansiar cada vez mais, então a combinação de ambos naquela situação era praticamente perfeita. - Eu vou me despedir adequadamente de você antes de partir... - Sussurrou ofegante contra os lábios carnudos e vermelhos da jovem. - Tenha certeza disso. - Acrescentou numa promessa cheia de segundas intenções, correndo as mãos que antes apertavam suas belas pernas para mais adentro de sua saia, invadindo-a e estabelecendo-as firmes sobre a curvatura de seu bumbum. Espalmadas e com os dedos apertando suas carnes num toque ávido e até mesmo brusco. Já que seus lábios libertavam os seus e fugiam para a pele sobre seu pescoço, marcando-a com beijos e mordidas e descendo mais além, para a região de seu colo. Beijando o volume farto que surgia visível no decote do vestido. Demonstrando o quão quente seria aquela pequena despedida.

- Treino Politica -

- Interação Flashback -

NICKIE


Última edição por Clive Tully em Qui Jun 15, 2017 1:01 pm, editado 1 vez(es)

_________________

Clive Tully
Senhor de Correrrio
Senhor Supremo do Tridente
Família, Dever, Honra!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aposentos do Casal

Mensagem por Ellery Tully em Ter Jun 13, 2017 1:46 pm

Lady Tully
Observação: Esse poste contém indícios de uma possível cena erótica, mas não necessariamente descreve o ato.

Umedeci os lábios com a mente tomada por pensamentos nada inocentes enquanto permanecia me movimentando lentamente sobre ele, continuando a provoca-lo com pequenos rebolados e nem prestando muita atenção na mudança repentina de assunto. Já que meu único foco no momento era ter meu marido somente para mim, possuindo-me com seus beijos e carícias, e esquecendo todos os assuntos políticos em questão. Sabia que era quase impossível para ele esquece-los, mas no momento eu queria apenas Clive e não o Lord Tully. - Sim, querido. Não deve ir! E chega desse assunto, por favor. Sussurrei quase que com um pequeno ronronado, como se naquele momento tivesse me tornado uma felina que necessitava da atenção de seu dono. - Quanto à nobreza... Espero que realmente não seja. Pisquei para ele num gesto repleto de malícia, e tive os lábios capturados num beijo cheio de fervor. Retribuindo-o com devoção e o sentindo roubar meu fôlego, quando sua língua abriu passagem entre meus lábios e passou a subjugar a minha numa batalha quase erótica de movimentos. Minhas mãos antes tocando seu corpo por baixo de sua camisa, agora saiam do local e puxava o tecido para fora do mesmo. Eu precisava de Clive tanto quanto ele precisava de mim, não somente por causa daquele ato físico, mas pelos sentimentos que eram expressados no mesmo, Clive sempre precisava ser lembrado que nosso casamento não tinha sido feito numa aliança política, mas numa união mútua de sentimentos amorosos. Já que eu havia me apaixonado por ele no momento que o vi pela primeira vez, e ele parecia ter ficado interessado também, uma vez que me perseguiu e persistiu com meu pai para que ele nos casasse. Na época foi um pouco assustador, porém, bastou ficarmos sozinhos e tudo mudou. Resultando nesse casamento maravilhoso e nessa relação de cumplicidade e companheirismo.

No entanto, esquecendo um pouco isso, sua camisa foi rapidamente retirada e minhas mãos percorreram novamente seu físico, tocando e acariciando cada músculo presente no mesmo assim como seus pêlos presentes. Clive por outro lado, trabalhava com seus beijos e mordidas sobre o meu pescoço, causando inúmeros arrepios por toda a minha pele alva. Deixando-me num estado de êxtase completo com seus lábios úmidos e calorosos passeando pela região do meu colo, aquecendo o volume sob o decote do meu vestido. Droga! Eu precisava me livrar daquele vestido rapidamente, meu corpo estava clamando por isso. Tomada pela sensação fervorosa do momento, eu me inclinei mais contra o corpo de Clive, derrubando-o deitado com as costas sobre a cama e pousando minhas mãos firmes sobre seu peito. Arranhando a pele com as pontas das unhas à medida que sentia toda a excitação de Clive se concentrar num único ponto; movimentando-me numa lenta dança de quadril sobre o mesmo. Pronta realmente para me conectar a meu marido naquele ato físico. - Acho que preciso de ajuda para retirar o vestido. Deixei as alças do vestido deslizar para fora dos meus ombros, encarando o homem com um sorriso acintoso.

Sentindo meu corpo inteiro tremular e o sangue ferver de tanto desejo que sentia por Clive naquele ponto, talvez as ondulações que começavam a surgir numa certa região minha demonstrasse isso em breve. Sai de cima do corpo dele e dei-lhe as costas, ficando sob os joelhos e jogando o cabelo sobre o ombro direito. - Solte as amarras do vestido. Pedi num sussurro, esperando que ele o fizesse para podermos começar de vez nossa pequena despedida particular, antes que ele fosse resolver o problema nas terras da casa Ryger.

- Treino Sedução -
Ellery Mallister Tully

Postagem flashback

_________________



Ellery (Mallister)Tully
Acima do resto.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aposentos do Casal

Mensagem por Clive Tully em Sab Jul 29, 2017 6:15 pm



"Família, Dever, Honra"

Observação: Esse poste contém indícios de uma possível cena erótica, mas não necessariamente descreve o ato.

Um sorriso acintoso surgiu nos lábios do lord no momento que a sua jovem esposa o ajudou a retirar a camisa, parece que as coisas tinham realmente começado a esquentar naqueles aposentos. Clive, assim como Ellery, não conseguia manter as suas mãos longe do corpo da mesma, por esse motivo, ele seguia vasculhando cada parte curvilínea da ruiva por baixo da saia longa do vestido. Consequentemente, tocando pontos erógenos e causando inúmeras sensações a jovem, quais ele podia identificar através dos suspiros e gemidos mais eufóricos que escapavam de seus lábios entreabertos. Os pontos que Clive acariciava com um pouco mais de fervor eram nada menos que as pernas e o quadril da Tully, partes físicas que o enlouqueciam de desejo sempre que vistas a seus olhos, afinal, Ellery era uma das mulheres mais bonitas das Terras Fluviais. E modéstia parte, o senhor supremo do Tridente havia escolhido bem a mulher com quem partilhava a sua cama e a sua vida. – Elle... Eu não quero simplesmente fazer amor com você nesse momento. Quero consumi-la por inteira. – Suspirou contra a pele delicada da mesma, preenchendo com beijos e mordidas mais intensas que com certeza resultariam em marcas sobre a pele alva. – Como uma chama flamejante que se torna uma fogueira, quando acesa sobre uma pilha de lenhas. Irradiando calor nas noites mais frias. – Capturou novamente os lábios vermelhos da jovem num beijo cálido, à medida que as suas mãos permaneciam vasculhando a parte interna de seu vestido. Chegando a região de seu bumbum levemente empinado e apertando os relevos gêmeos com intensidade, que de tamanha rispidez no gesto, fez ambos parecerem ter se moldado facilmente as suas mãos.

Um gemido quase inaudível também fugiu dos lábios do nobre lord, quando as mãos calorosas da jovem percorreram a sua pele num ritmo provocante, causando-lhe reações e sensações que o tiraram dos eixos, especialmente com os arranhões deixados por ela na região de seus músculos tonificados pelos árduos treinos de espada. Sem mencionar a forma que ela remexia o quadril, rebolando sobre o seu próprio e contra as suas mãos, acabando por deixá-lo realmente excitado e tomado por um desejo ardente e arrebatador. Deixando-o completamente tomado de paixão e malícia. – Quer me enlouquecer, não é Milady? – Indagou num sussurro, mordiscando o lábio inferior da mesma e puxando entre os dentes, enquanto uma de suas mãos percorria a região interna das coxas da jovem e detectava um ponto úmido e morno entre estas. Maldição! Pensou de forma divertida, após o seu próprio ponto de excitação se revelar num volume pulsante sob o tecido grosso de sua calça. Ellery também pareceu ter sentido isso, pois rapidamente puxou as alças do seu vestido para baixo e deixou o volume farto de seus seios saltarem no campo de visão de Clive. Buscando com certeza provoca-lo e excitá-lo ainda mais já que a reação seria demonstrada de uma forma mais intensa no volume sob a calça.

Clive a aquela altura só pensava em arrancar as vestes da jovem e tê-la por inteira para o seu bel-prazer, e era o que faria, na verdade toda a situação íntima havia sido iniciada com aquele objetivo. Já que ele queria ir para Floresta de Salgueiro cumprir com suas funções como lord, mas com Ellery sobre a sua pele, com a lembrança dela impregnada em sua mente, já que isso era mais que o suficiente para fazê-lo resolver a situação rapidamente e trazê-lo intacto para casa; trazê-lo para ela. – Como quiser minha pequena... – Murmurou em resposta a seu pedido, observando-a sair de seu colo e prostra-se sobre os joelhos a sua frente, pedindo para que ele soltasse as amarras do seu vestido. O que Clive rapidamente tratou de fazer, soltando uma após a outra e jogando o cabelo avermelhado dela por cima de um ombro, começando a beijar e mordiscar o outro, puxando em seguida o vestido para baixo lentamente e a livrando do mesmo. Observando as suas costas alvas e nuas com os olhos brilhando de tanto desejo, antes de empurrá-la deitada de bruços a sua frente e passar a beijar a sua pele seguindo a linha de sua coluna até a região de seu cóccix. Deixando beijos cálidos e úmidos sobre o local, por fim, puxando o vestido inteiramente para fora de seu corpo e deixando Ellery completamente nua. Encarando o seu bumbum com demasiada atenção, assim como as suas pernas nuas; mordendo os lábios e aplicando uma pequena palmada sobre o mesmo. Assistindo a jovem se contrair e gemer perante o gesto.

-Treino Sedução -

Postagem flashback

Com certeza, é melhor comer os inimigos que abandonar aos corvos e às gralhas o fruto da vitória.




_________________

Clive Tully
Senhor de Correrrio
Senhor Supremo do Tridente
Família, Dever, Honra!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aposentos do Casal

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum